14 de mai de 2010

Ninguém é pequeno por opção.

bandeira Janela

Pará, eu te quero grande!

Pará quer dizer rio-mar, tantas são as suas águas; só no aquífero Alter do Chão, 86.000 quilômetros cúbicos de água doce – o maior depósito de água potável do planeta.

13 bacias hidrográficas (1.238.290,03 km²), inúmeros rios e suas mais de 2.500 espécies de peixes.

Tanta água que move hidrelétricas gigantescas – Tucuruí e Belo Monte entre as 5 maiores do mundo. E há ainda a de Curuá-Una e mais 6 hidrelétricas a serem instaladas na próxima década, com uma potência equivalente a uma nova Belo Monte.

Pará do Xingu, um dos maiores afluentes do Amazonas e um dos cursos d’água de maior biodiversidade do planeta Terra, só ele carregando mais vida do que todas as bacias hidrográficas da Europa – informa a revista “Carta Capital”.

Pará da maior província mineral da Terra, o estado que mais atrai investimentos no setor, mais da metade do total investido no Brasil.

Pará dono de uma das maiores reservas de caulim do mundo. E um dos maiores produtores brasileiros de ouro e manganês.

Pará do maior PIB do Norte, quase R$ 50 bilhões. Mais do que isso – R$ 53 bilhões –, o Pará vai receber de investimentos diretos privados e oficiais, de agora até 2014.

Pará dono do 2º maior saldo da balança comercial brasileira. Ou 1/3 do total da balança comercial brasileira de 2009.

Pará maior produtor de óleo de palma da América Latina.

Óleo de palma que vai produzir biodiesel na usina a entrar em funcionamento daqui a 3 anos, um investimento de R$ 330 milhões.

Pará do maior rebanho de búfalos do País, e do terceiro maior de bovinos – 16 milhões de cabeças de gado. O maior exportador brasileiro de bovinos em pé – mais de 96% da exportação de gado vivo do País.

Pará da maior produção de pescado do País.

Pará líder em pimenta-do-reino - 80% da produção brasileira.

Pará do cacau – ¼ da produção brasileira.

Pará dos mais de 7 milhões de habitantes.

Pará campeão de vagas para empregos no Norte: mais de 23 mil em 2010.

O Pará construiu estes números, e muitos outros, trabalhando unido.

Unido, o Pará tornou-se forte e ganhou importância.

Separados, Pará, Carajás e Tapajós serão estados pequenos, de pouca relevância, sem voz.

Por que vamos abrir mão deste Pará rico que nos enche de tanto orgulho e de futuro tão promissor, para começar tudo de novo e em condições tão mais precárias?

Ninguém é pequeno por opção.

Pense nisso.

Pense grande!

  • O Círio de Nazaré é a maior procissão religiosa do mundo porque vêm paraenses de todos os cantos para participar dela em Belém.
  • Alter do Chão foi descoberta pelos paraenses antes de ser descoberta  pelo jornal britânico “The Guardian”, que a elegeu a  mais bonita praia do Brasil.
  • E o tecnobrega só virou sucesso internacional depois que os paraenses lotaram os seus mais de 1,7 mil shows mensais.