7 de jul de 2010

FRASE GASTRONÔMICA DA SEMANA

"Tal como o peixe, que foi o último a descobrir a água, paraense hoje na meia-idade nasceu dentro de uma taça de guaraná."

Oswaldo Mendes, fundador e diretor da Mendes Comunicação, em “Propmark”, editado em São Paulo, uma das bíblias da publicidade brasileira.

Jornalista das primeiras horas, publicitário da primeira linha nacional, Oswaldo Mendes, vez por outra, nos brinda com uma crônica. A mais recente foi publicada no Propmark, veículo especializado em publicidade, na edição em que comemorou 45 anos. Convidaram 45 dos mais importantes e reconhecidos criativos nacionais para escrever, cada um, sobre 45 assuntos que foram importantes nesses 45 anos. Gente de primeiríssima, veja só: Roberto Duailibi escreveu sobre “Gasolina”; Washington Olivetto sobre “Sutiã”; Alex Periscinotto sobre “Carro”; Neil Ferreira sobre “Máquina de escrever” e por aí. E o paraense Oswaldo Mendes... sobre “Guaraná”. Justíssima a escolha, pois com sua Mendes atendeu, e ajudou a estabelecer, a marca GuaraSuco como a mais importante no mercado dos guaranás pelas ruas de Belém, e no norte do Brasil. E, como paraense, sabe tudo sobre o guaraná que, para nós, é um ícone cultural, a ponto de a governadora Ana Júlia o utilizar para exemplificar a sua relação com os seus governados: “O povo é meu guaraná”, afirmou ela recentemente em seu blog (para ler, clique aqui).

A frase que destaquei aí em cima, que abre o texto do OM, é perfeita e verdadeira. Para mim, então. Sou daqueles que fui criado, literalmente, tomando guaraná... na mamadeira! Afinal, o papai fabricava um daqueles guaranás de antigamente, o “Guaraná América”, mas isso é outra história.

Postado no blog “Pelas Ruas de Belém”, do jornalista Fernando Jares Martins.