29 de jun de 2012

Lançado o livro de Abilio Couceiro.

Livro_Abilio

Um dos empresários mais antigos da publicidade paraense, hoje retirado, Abilio Couceiro, lançou na quinta-feira, na sede da Fiepa, o seu livro de memórias, cujo Prefácio é assinado por Oswaldo Mendes, e que reproduzimos a seguir.

                        “Abílio Couceiro foi meu concorrente num tempo em que concorrente era uma palavra do bem.

                        Abílio aprendeu muito comigo; eu também aprendi muito com ele.

                        Juntos, dividimos dúvidas e encontramos soluções para traçar as linhas-mestras do setor, que ora se implantava no Pará.

                        Juntos, sonhamos com a Madison Avenue em pleno bairro do Comércio em Belém.

                        Juntos, fundamos a APP – Associação Paraense de Propaganda, a primeira entidade publicitária do Norte.

                        Abílio não veio de mãos abanando para a publicidade: além da coragem, ele trouxe um rico currículo de profissional de rádio e televisão. E tinha a idade que lhe asseguraria uma longa trajetória empresarial.

                        A passagem de Abílio pelo negócio de agência de publicidade, que se iniciava no Norte, foi profícua. Abílio era, antes de tudo, um planejador, o chef de cuisine que cria, inova e comanda o seu grupo como o maestro à frente de uma orquestra.

                        Abílio também era o diretor de atendimento da Mercúrio, ele mesmo apresentando, defendendo as campanhas, o planejamento de mídia e os orçamentos de produção.

                        O mercado, especialmente os jovens que estão se iniciando numa das diferentes atividades que Abílio trilhou com sucesso, ninguém o perdoaria se ele não colocasse no papel as suas experiências, os seus ensinamentos, o seu exemplo de profissional inteligente e empresário irrequieto, tão apressado que foi um dos primeiros, em Belém, a comprar uma lambreta para encurtar caminhos.

                        OSWALDO MENDES.”